Violência nos blocos de carnaval pelas ruas do Rio

Mais um episódio de violência aconteceu pelos blocos de carnaval cariocas, um homem de 24 anos foi morto na tarde desse sábado na dispersão do bloco Céu na Terra, em Santa Teresa, Zona Central do Rio. Aparentemente a morte foi proveniente de uma confusão, até então desconhecida da polícia.morto-3

Pode parecer trágica a situação, mas infelizmente é bastante recorrente durante a festa na cidade. O curioso que a maioria dos crimes acontecem entre os foliões, à luz do dia e sem a presença de nenhum policiamento no local. Isso deixa claro a falta de segurança em blocos de ruas e eventos que envolvem o carnaval na cidade.

Cada vez mais, às famílias tendem a se afastar de blocos e eventos com aglomeração de pessoas pelos recorrentes casos de violência e mortes repentinas. Ano após ano, as mesmas situações acontecem: mortes sem explicação, agressões e assaltos e furtos entre os foliões, sem que tenha um esquema de segurança eficiente. Devia-se prever pelo histórico de ocorrências e pela quantidade de pessoas, que uma segurança mais reforçada é necessária, isso inibiria muitos crimes de se concretizarem, principalmente esses escancarados à luz do dia, na frente das pessoas.

Esses blocos costumam ter histórico grande confusões todos os anos, principalmente os da zona sul e central da cidade. Mas, parece que para a Prefeitura do Rio, o único que exige uma segurança reforçada é no Sambódromo, pelo apelo popular que o local tem. Porém, a maior parte das ocorrências e crimes acontecem nas ruas, nos blocos de carnaval.

Nesse crime em Santa Tereza, nesse sábado, uma moradora que preferiu não se identificar contou que os criminosos baleou a vítima e desceram a rua normalmente. Segundo ela, foram cerca de cerca de cinco ou seis tiros. Isso mostra a facilidade com que esses crimes ocorrem sem nenhuma segurança ou policiamento para impedir. Abrir fogo em um local com essa quantidade de pessoas e descer a rua andando livremente é para chamar atenção das autoridades para qual segurança está oferecendo a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *