Quedas no governo e esquecimento da economia

O assunto do momento é a corrupção, as manifestações, a aprovação e derrubadas de liminares, a dança de cadeiras num modo geral. Em meio a essa incerteza geral do governo estamos, sem perspectivas, sem muito otimismo. É incrível como uma situação de instabilidade e insatisfação se arrasta por meses em nosso país, nada se decide, e nossa economia, em decadência, cada vez se afunda mais.crise-economica-mundial-10

É uma atitude bem democrática o povo ir às ruas, exigir mudanças. Dentro da política também, o espírito de revolução tomou conta dos congressos. Mas, pouco lembrada nos discursos, está nossa economia. Ou melhor, lembrada pode até ser, mas quem se arriscaria a palpitar uma solução? ou quem se arriscaria listar o que deve ou não ser feito para voltarmos a crescer? Poucos.

É mais fácil e cômodo, ficar dentro de uma câmara votando, discursando e arquitetando ideias do que sair em público e mostrar, de fato, um plano convincente de mudança econômica. É isso que os brasileiros precisam. Óbvio que, precisamos de mudanças políticas, muitas delas com a saída de governantes, isso é fato. Porém, pensar apenas nisso e esquecer que estamos cada dia com desempenhos piores na economia é tolice e irresponsabilidade.

Venho dizendo desde o ano passado, que enquanto a atenção do povo e dos políticos estiverem voltado para quem está governando apenas, não haverão mudanças na área financeira do país. Vão mudar nomes, cargos e leis, mas a recessão não.

Projetar e arquitetar um plano de saída no momento não é nada fácil, definiria como desafiador. Mas, se é possível tramar a saída de nomes da política, é possível parar e formalizar atitudes conscientes e inteligentes de crescimento econômico, a começar por um planejamento. Palavra muito importante para o sucesso de um país, e que não presenciamos há muito tempo no nosso.

O Brasil e seu povo está farto do mesmo noticiário, mas ainda mais preocupante e incômodo é a confiança da economia desmoronando e investimentos se extinguindo. Nosso país necessita de reformulação, de política, de conceitos, de pensamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *