Por que NÃO ir às ruas no dia 13 de Março?

Organizado por vários grupos pró-impeachment da Presidenta Dilma, entre eles o Movimento Vem Pra Rua e o Movimento Brasil Livre, a “mega-manifestação” programada para o dia 13 de março já estava confirmada desde dezembro do ano passado. Entretanto, você sabe quais são os políticos corruptos no Brasil? Explico abaixo por que NÃO ir às ruas no dia 13 de Março.

Primeira corrupção

Mapa de 1556 ilustra a exploração portuguesa

Vamos começar por algo simples. O que é corrupção? De acordo com o Dicionário Michaelis, a palavra “corrupção” tem os seguintes quatro significados: 1) Ação ou efeito de corromper, decomposição, putrefação; 2) Depravação, desmoralização, devassidão; 3) Sedução; 4) Suborno. Segunda pergunta, desde quando existe corrupção no Brasil? Ao contrário do que muitos pensam, o Partido dos Trabalhadores (PT) não criou a corrupção no Brasil. É consenso entre os historiadores que a corrupção já começou a ser praticada em terras tupiniquins desde a colonização portugueses, iniciada segundo a historiografia oficial em 1500 com a chegada do explorador Pedro Álvares Cabral. As primeiras vítimas de suborno, ou corrupção se preferir, foram os povos indígenas que habitavam a maior parte do atual território brasileiro. A única possibilidade do PT ter criado a corrupção no Brasil é a de Lula ou Dilma terei criado uma máquina do tempo, fato ainda não comprovado pela imprensa brasileira, tendo em vista que o partido político foi formalmente fundando em 1980.

Após esta pequena introdução do que é corrupção e como começou no Brasil, acredito que podemos seguir para o próximo passo. Quais são os partidos e quem são os políticos acusados de corrupção? É claro que vários políticos do PT são acusados de corrupção, todavia, você sabia que diversos do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) também são? Ou melhor, inquéritos que questionam gestões do PSDB estão estacionados há anos, são arquivados e as penas prescrevem enquanto os do PT avançam a todo vapor? Que surpresa, não é? Não acredita? Cita abaixo apenas dois casos.

Corruptos do PSDB

Quarteto Fantástico

Em 2006 foi feita a primeira denúncia de políticos cujas campanhas políticas foram financiadas ilegalmente pela Furnas Centrais Elétricas. Dos 40 milhões de reais distribuídos nas eleições de 2002, 5,5 milhões foram apenas para Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, todos do PSDB. Esta mesma lista foi citada por Alberto Youssef em 2015 já na Operação Lava Jato, todavia, a Procuradoria-Geral da República optou por não incluir o senador Aécio Neves. Vale lembrar em 2013 ele não esteve presente em 104 das 119 sessões da Câmara.

Cinismo é pouco

Frank Underwood, perdão, Aécio Neves

Um caso ainda mais antigo é o trensalão, um esquema de formação de cartel e de pagamentos de propina na escolha das licitações do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) do Estado de São Paulo. A primeira denúncia foi em 1997 durante o governo de Mário Covas (PSDB), entretanto, o cartel continuou no governo dos sucessores Geraldo Alckmin, Cláudio Lembo (Partido da Frente Liberal-PFL, atual Democratas-DEM) e José Serra. De acordo com o Ministério Público, o esquema desviou no mínimo 800 milhões de reais. Infelizmente, nenhum deste políticos respondeu na Justiça pelo caso.

Serra e Alckmin no Metrô

Um dia como reles mortais

Por acaso alguns dos nomes citados acima correspondem a políticos que apoiam a próxima e as prévias manifestações? Interessante. Precisamos pensar seriamente antes de participar de qualquer ato político. Desligue a televisão e feche a revista que você está lendo. Procure outras fontes, procure se informar. Não seja passivo nesta manipulação sensacionalista.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *