Conceitos sobre brasileiros no exterior

O Brasil não é um país que apresenta o mundo perfeito. Todos sabem disso. A corrupção, o problema da violência e a intensa depreciação brasileira ao torno do mundo ainda é algo muito relevante, principalmente ao se falar de países europeus tradicionais como França e Inglaterra. Muitos problemas atingem o povo brasileiro quando estão em terras fora do Brasil: o idioma, o qual é uma barreira para muitos trabalhadores, a cultura, que por vezes é totalmente diferente para estrangeiros e a própria aversão a outros povos, própria de muitos europeus, que tacham os diferentes deles como bárbaros e estranhos.

carna_bolaAdaptar-se a um novo espaço nunca é fácil. Quando esse espaço apresenta um idioma e cultura totalmente diferentes, isso fica pior ainda. Inúmeros brasileiros que vão atrás de um melhor emprego tem que atravessar situações muito desagradáveis em outros países, principalmente pelo fato de ser somente brasileiro. Os esterótipos sempre estão em primeiro plano na cabeça das pessoas. A ideia principal de um estrangeiro para com um brasileiro é a de alguém que goste de samba e futebol, além de muito possivelmente ser um malandro, se for homem, ou de ser um objeto sexual, se for uma mulher. Não se passa pela cabeça de um estrangeiro que um brasileiro, por exemplo, pode ser o ganhador de um prêmio Nobel, por exemplo.

interview brasileiroEssas concepções são altamente ruins para a imagem do Brasil e não são muito difíceis de serem visualizadas em países europeus, por exemplo. Ultimamente, um caso de uma entrevista de emprego realizada por um brasileiro em um café irlandês reacendeu a temática da depreciação do povo tupiniquim, dessa vez no intuito de uma pronúncia de uma palavra em inglês errada pelo rapaz que pretendia o emprego (e conseguiu o emprego). Mais do que fazer piada com o caso, o dono do Café, que provocou toda essa situação, humilhou o povo brasileiro pelo fato de o Brasil não ter o inglês como língua materna, alegando que “Se algum brasileiro for capaz de escrever uma avaliação usando um inglês perfeito, ganhará um jantar com frango.” Mais do que isso, duvidou da capacidade de um brasileiro saber o idioma inglês de modo correto, dando a entender que não podemos aprender porque, possivelmente, somos inferiores aos povos europeus.

rio e olimpiadasA história de submissão do Brasil está atrelada desde a época do Século XVI, mas a diminuição do subconceito do povo brasileiro ainda é muito presente por todo o mundo. Algo mais remoto na memória é o caso de um porta-voz do ministro de Israel, que chamou o Brasil de um “anão diplomático”; outro caso é uma sátira realizada por um vídeo de Taiwan, em que as Olimpíadas que ocorrerão no Rio de Janeiro são tratadas de forma humilhante e algo vergonhoso para o Brasil (imagem), como algo que demonstra a fragilidade brasileira e apontando um país de pessoas menos inteligentes e possíveis de realizar bons trabalhos.

xenofobiaA imagem sempre repercute por todos os locais do mundo e bons exemplos ainda são escassos para dar-se uma “lição de moral” em estrangeiros que ousam a humilhar brasileiros. Em um futuro que não é distante, o Brasil poderá ser respeitado. Mas, para isso, a educação deve estar em primeiro plano e deve haver a extinção de  inúmeros fatores que ainda nos entristecem e fazem o país ser humilhado em terras internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *